domingo, 6 de dezembro de 2020

Desmanchados Trabalhos

 

A primeira vez que veio aqui em casa, parou na porta e pediu licença. Disse ser uma bruxa. Mas muitos a confundiam com pomba giro. Alguns ainda lhe pagam isto.

Insistia em vender os tiros de quem a quisesse ou não, em quem a vendesse ou despachasse. 

Muitos a usaram. Uns sem os outros. Uns mais que os outros.

Durante três anos, cada vez que isto acontecia, insistia em procurar-me. 

Após varrer as outras amigas que vinham dormir onde resido, confessou-me enquanto dormia: "Eu uso a pomba giro de quem me vê". 

Desbruxada ao dizer que nunca foi bruxa, acordou. 

Antes também dizia ter cabeça de Oxum. Embora pedisse que os outros lhe pagassem inteira. Mesmo assim, vendia, no espelho do salão, a cavala d'Iemanjá de quem estava ligada. 

A verdade é que Nossa Senhora nunca foi puta. Exu puta é uma das pombas que pediu retiro aqui. 

Mas esta é outra história.

(...)


Nenhum comentário:

Postar um comentário